• Nota Sobre a Necessidade de Proteger a Integridade e a Vida dos Pesquisadores Brasileiros.

    Nota Sobre a Necessidade de Proteger a Integridade e a Vida dos Pesquisadores Brasileiros.

    Nota sobre a necessidade de proteger a integridade e a vida dos pesquisadores brasileiros

     

    A Sociedade Brasileira de Virologia vem a público repudiar qualquer ameaça de morte a pesquisadores devido aos resultados de seus estudos. O exercício cientifico visa notificar e dar amplo acesso aos resultados obtidos, idealmente sem conflito de interesses. Além disso, segundo o código penal, intimidar alguém impondo-lhe temor de sofrer mal injusto e grave é crime de ameaça.

    Neste momento, um consórcio formado por mais de 70 profissionais do grupo denominado CloroCovid-19, após testarem duas doses de cloroquina (uma baixa e outra alta) em pacientes em estado grave, observou que o uso de qualquer uma das doses de cloroquina não alterou o número de mortes por COVID-19 em comparação à média mundial. Assim, devido aos efeitos colaterais, a alta dose foi imediatamente suspensa e todos os participantes passaram a usar a dose mais baixa. A primeira conclusão do estudo, portanto, foi que pacientes graves com COVID-19 não deveriam mais usar a dose alta recomendada. Assim, o estudo não permite em absoluto concluir que a cloroquina em doses baixas funciona ou não para COVID-19. Além disso, a interpretação equivocada do ativista e seus seguidores foi de que todas as mortes ocorridas no estudo se deveram ao uso das altas doses, sendo que nem todos os pacientes usaram a alta dose e todos eles tinham COVID-19 muito grave, vindo a falecer por conta da doença, o que ocorreu dentro da média mundial.

    Consequentemente, uma onda de reações de natureza ideológica, a partir de pessoas que provavelmente não leram o estudo na íntegra, motivou manifestações violentas de cunho pessoal ao pesquisador principal, sua família e sua equipe, o que tem desviado a atenção e o foco do trabalho realizado aqui durante a pandemia. A polícia militar do Estado do Amazonas está vigilante e garantindo a segurança imediata de todos. Pacientes e seus familiares estão com medo do que pode ter acontecido na pesquisa, apesar da equipe estar em constante contato com todos os participantes e seus familiares, com o objetivo de orientar e confortar pessoas que já passaram por imenso trauma. Pesquisadores não pautam suas ações por vinculações ideológicas ou partidárias e seu compromisso é apenas com a boa ciência. Somente a pratica correta da ciência poderá nos salvar da atual pandemia do novo coronavírus, desta forma suplicamos, deixem os cientistas trabalharem em paz!!!

    Deixe seu comentário →

Deixe seu comentário

You must be logged in to post a comment.